1º Quadro: “O SÍTIO”

1º QUADRO

“O SÍTIO”

Quando se morre, dizem muitos que tudo se acaba. Há, também, os que acreditam que para algum sítio espiritual irá a nossa alma e, ainda, aqueles que alimentam a crença religiosa de que essa alma se entrega ao Criador.

Para além destas considerações, susceptíveis de discussão, há, porém, um facto para mim indesmentível e de fácil e imediata constatação. Refiro-me a um sítio onde os momentos que, marcando, de várias maneiras, as nossas vidas, ficam, independentemente da vontade, registadas: a nossa memória.

Pelo misterioso mecanismo da recordação podemos revivê-las, experimentando a sensação, por vezes tão real, de que, afinal, factos e pessoas passaram mas não acabaram definitivamente.

Nos tempos de hoje, os meios electrónicos reforçam e melhoram a possibilidade de fixar e desenvolver muitas das nossas lembranças, reflectir sobre as mesmas e transmiti-las.

É o caso da Internet (e dos seus sítios) que a Família Resende Dias resolveu utilizar para divulgar e fazer perdurar aspectos da personalidade da vida desse bom amigo e companheiro que foi um profissional discreto, bem disposto, competente e inovador na Música, na Rádio, na TV e nos Espectáculos.

Sinto-me contente e emocionado por ter chegado a este sítio onde me sinto como que em Família.

Na verdade, as minhas vivências, da infância e adolescência, estão ligadas aos Resende Dias e vieram a determinar a minha carreira profissional que, em princípio, seria Medicina. A iniciação na Rádio, em Programas infantis, semanais e directos, a aprendizagem da música continuada no Conservatório, a actuação em espectáculos, o contacto com as artes plásticas, foram factores que contribuíram para despertar em mim uma vocação levando-me a ambicionar ser locutor da Emissora Nacional, o que veio a acontecer, seguindo-se a Rádio Renascença, e, depois, a RTP, com a participação no programa inaugural dos Estúdios do Monte da Virgem. Os meus conhecimentos de música permitiram que pudesse assumir o lugar de encarregado dos Arquivos Musicais (discos, fitas, partituras e arquivo histórico) e, também, mais tarde e cumulativamente, o de assistente de música erudita.

Mas não é da minha vida que quero falar.

Assim, neste sítio, procurarei referir, principalmente, o que, directa ou indirectamente, tiver alguma coisa a ver com o Amigo e Maestro Resende Dias!

 

Fernando Rocha
Nov. 2013

[ Notas Biográficas ]  [ Família ]  [ Início ]

Anúncios

Deixar um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s