Áudio e Vídeo

Outros Vídeos
FONTE
VÍDEO
REPORTAGEM 5ª Festa da Música, programa da Rádio Portuense
Ver Vídeo
REPORTAGEM sobre Centro de Arte e Cultura de Bairro, programa da RTP Ver Vídeo
Pequeno vídeo resumo do MOMENTO MUSICAL pela ORQUESTRA RESENDE DIAS Ver Vídeo
APRESENTAÇÃO DO MAESTRO RESENDE DIAS, pequeno vídeo feito pelo LUGAR DO DESENHO|FUNDAÇÃO JÚLIO RESENDE Ver Vídeo
[ Topo ] [ Discografia ] [ Enviar Email ] [ Família ] [ Início ]

Sítio No bairro do vinil – A caminho de Belém

Chegamos a mais um Natal e como é evidente, não podíamos deixar de invocar esta quadra festiva e todos os sentimentos que emanam da época natalícia. É neste dia que, aparentemente e por breves momentos, todos nós esquecemos o egoísmo próprio do Homem, dando lugar à partilha, à alegria e, sobretudo, à fraternidade entre todos, altura em que sobressai o reunir da família, enquanto uma das muitas manifestações da mensagem de Cristo. Tal como se escreveu na contracapa do disco, “não há Natal sem música, sem alegria, sem o repicar festivo dos sinos, sem a alegria das crianças.”…

Noitefelizf Noitefelizr

…Pois bem, ao escolhermos hoje este tema conseguimos reunir, em pouco mais de 2 minutos, a alegria, os sinos de Natal (através dos onomatopaicos Coros da Orquestra de Resende Dias) e a alegria das crianças, não fosse “A caminho de Belém”, interpretado por uma criança de nome Nelinha Bigaíl.
À data do lançamento deste E.P. não era muito profícua a produção, em disco, de composições de Natal não populares, pois o seu espaço comercial era reservado quase em exclusividade às composições eruditas, circunscritas aos temas clássicos germano/ anglo-saxónicos de Natal.
Para além de Nelinha Bigaíl, interpretam este disco o Coral Sacro de S. Tarcísio da Igreja da Lapa, dirigido pelo Padre Manuel de Lima, Júlio Guimarães e a já referida Orquestra e Coro de Resende Dias.

Poderão consultar o artigo completo em:

http://bairrodovinil.blogspot.pt/2009/12/caminho-de-belem.html

[ Depoimentos ] [ Início ]

Sítio Lisboa no Guiness – Rosita, fadista Gaiense

rosita

“Rosa Ferreira da Costa  (ROSITA),  nasceu em Valadares – Vila Nova de Gaia.
Desde muito jovem que se sentiu atraída pela musica e pelo teatro, fez parte do grupo de teatro da sua paróquia e no Orfeon.

Fez parte do coro  que se exibiu no Clube Ferriano do Porto, logo  não passou despercebida ao Maestro Resende Dias, que a levou a fazer vários programas na Emissora Nacional. Assim começou a sua carreira profissional, sendo desde essa altura muito solicitada para actuar em espectáculos.

Rosita tem muita honra em se afirmar  “gaiense” de gema, e “tripeira” por afinidade.
Continua a actuar em espectáculos e em festas de beneficência.”

Poderão consultar o artigo completo em:

http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/97231.html

[ Depoimentos ] [ Início ]

Sítio Lisboa no Guiness – Lenita Gentil

lenitagentil

“Natural da Marinha Grande, começou a cantar aos 16 anos pela mão do maestro Resende Dias aos microfones dos Emissores Reunidos do Norte, vindo a profissionalizar-se pouco tempo depois na Emissora Nacional.

Começa a experimentar o fado ainda nos começos da década de 1970, grava entre outros, “A tantos do tal” (Artur Ribeiro/Fernando Farinha/Fado Alexandrino) acompanhada pelo conjunto de guitarras de Jorge Fontes.

Esteve contratada na Toca de Carlos Ramos.

… “Tarde triste no Campo Pequeno” foi o “pasodoble” que fez saltar o nome de Lenita para a ribalta…”

Poderão consultar o artigo completo em:

http://lisboanoguiness.blogs.sapo.pt/74171.html

[ Depoimentos ] [ Início ]

Painel de Lanhas fica no túnel da Ribeira

Publicado em 2014-02-15 no Jornal de Notícias
Carla Sofia Luz
foto DR
Painel de Lanhas fica no Túnel da Ribeira
Imagem simulada mostra o painel

Ao projetar o Túnel da Ribeira, no Porto, o pintor e o arquiteto Fernando Lanhas deixou um espaço preparado para receber um quadro abstrato que o próprio pintaria. A obra foi reproduzida num painel de azulejos na Cooperativa Árvore e ficou encaixotada nas instalações da Rua das Flores da Santa Casa da Misericórdia do Porto. Agora, o painel será colocado finalmente no espaço que Fernando Lanhas sempre desejou: à entrada do Túnel da Ribeira visível para quem entra na cidade Invicta.

Pode consultar o artigo completo em:
http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Porto&Option=Interior&content_id=3687321&page=-1

Nota:
A notícia tem um grande lapso, pois o túnel não é da autoria de Fernando Lanhas mas sim do Eng.º  Bernardo Ferrão.

[ Família ]  [ Fernando Lanhas ] [ Início ]

Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto

Fernando Lanhas

Fotografia de Fernando Lanhas / Photo of Fernando Lanhas Fernando Lanhas1923-2012
Arquiteto-pintor, astrónomo e arqueólogo

Imagem 0.42-69 de Fernando Lanhas (1969) / Image of 0.42-69, by Fernando Lanhas (1969)Fernando Resende da Silva Magalhães Lanhas nasceu na freguesia da Vitória, na cidade do Porto, em 16 de setembro de 1923, fruto do segundo casamento de Luís da Cunha Magalhães Lanhas, comerciante de tecidos, com Maria Amélia Resende da Silva Magalhães Lanhas, modista. Residiu no n º 74 na Rua José Falcão até à morte dos pais.

Desde criança que se inquietou com as origens do Homem e com o conhecimento do Universo, temas que motivaram os primeiros trabalhos artísticos e as primeiras pesquisas científicas.

No ano letivo de 1941-1942 inscreveu-se no Curso Especial de Arquitetura, da Escola de Belas Artes do Porto, depois do qual se matriculou, no ano de 1945, no Curso Superior de Arquitetura, na mesma instituição de ensino. Terminou estes estudos em 1947 com a apresentação de um projeto sobre a construção de um museu, que lhe valeu a classificação de dezanove valores.

Pode consultar o artigo completo em: http://sigarra.up.pt/up/pt/web_base.gera_pagina?P_pagina=2448

[ Família ]  [ Fernando Lanhas ] [ Início ]