Depoimentos

14

Neste local queremos apresentar os depoimentos ou testemunhos de muitos amigos do Maestro Resende Dias.

Testemunho de Leonor Themudo

Testemunho de Fernando Seabra

Testemunho de Manuel Morais

Testemunho de Avelino Rocha

Queremos, também, mostrar alguns sítios ou ligações para artigos onde o Maestro Resende Dias esteja referenciado.

Sítio ” Os Reis do Vinil

Sítio “ Mariza e Milton colocam público do Municipal para cantar

SítioLisboa no Guiness – Lenita Gentil

Sítio Lisboa no Guiness – Rosita, fadista Gaiense

SítioNo bairro do vinil – A caminho de Belém

Anúncios

6 thoughts on “Depoimentos

  1. Ainda muito pequena, com quatro anos, fui com minha mãe a casa da Sra D Emilia Resende. Foi para mim um dia inesquecível. Eu ia entrar num Clube muito especial, onde poderia, além de conviver com outras crianças, cantar e dançar o que muito me agradava. Numa pequena entrevista, a minha primeira entrevista, revelei os meus gostos musicais, dando a conhecer a esta Senhora os pontos importantes da minha vida, ainda tão curta. Falei da minha cadela (que me tinha sido oferecida uns dias antes. No dia seguinte voltei lá, já para ensaiar uma canção que tinha sido criada para mim e falava da minha “Boli”. Na 2ª feira seguinte, lá fui eu à Rua dos Clérigos, onde ficava a Rádio Porto para, em direto, cantar no programa infantil – Rádio Clube Infantil.
    Isto foi o inicio de uma amizade com esta Senhora, tão especial para mim, que hoje recordo com saudade e cuja alegria, dinamismo, e espirito empreendedor influenciou até a minha vida.

  2. Hoje, dia 28 de Março de 2015, ouvi “Regresso” tocada ao piano por Resende Dias. No fim de um dia particularmente difícil, esta música teve o efeito de um bálsamo, proporcionando-me momentos de serenidade e paz. Ao mesmo tempo, transportou-me ao passado, à época do liceu Carolina Michaëlis onde eu e a Teresa (Teresinha Lanhas) fomos colegas e onde começou a nossa Amizade de muitos anos. O “regresso” a esses verdes anos levou-me a memórias dos tempos em que frequentava a casa da Teresa, onde sempre me senti bem e em que convivi com os pais, irmãos e mais família. Foi desde essa altura que conheci o maestro Resende Dias. Nesse tempo, eu não o via como “Maestro”, mas como “pai da Teresa”. Recordo-o como uma pessoa bem-disposta e feliz que sabia exercer a autoridade com firmeza e brandura. Ouvia-o tocar, às vezes. Sabia que compunha músicas, transmitidas no rádio e na televisão, cantadas por vários artistas; que ganhava prémios; que participava em festivais; que fazia parte de orquestras. Uma das canções que teve muito sucesso foi precisamente “Regresso”. É uma das minhas favoritas, a par de “Rosa Branca”. Gostava de ouvir a Mariza interpretar outras canções de Resende Dias, igualmente bonitas, porque ela dá-lhes um cunho especial, empolgante, muito “sui generis”. Costuma dizer-se que por trás de um grande Homem, há sempre uma grande Mulher. Eu diria “ao lado” e não por trás. O Maestro António Resende Dias e a D. Maria José foram um desses casais inseparáveis, em que tudo era amor e harmonia. É evidente que isso se reflectiu na sua vida e na dos filhos. Eu gostava muito da Mãe da Teresa. Lembro-me do seu sorriso, da sua bondade e carinho, de como me tratava bem; dos almoços, lanches, jantares; dos petiscos, bolos e guloseimas… das datas festivas… Tudo me sabia bem! O talento do Maestro encontrou um ambiente propício para se desenvolver na Felicidade que se respirava naquela casa.

    Com um Abraço Amigo da Teresinha

  3. À família do maestro Resende Dias:
    Deixo aqui o meu apreço por esta bonita iniciativa, um beijo muito grande de gratidão e amizade a essa maravilhosa família, que sempre me acolheu com carinho e amor e a quem sempre adorei.
    À Teresa, obrigada pelas lindas palavras e pelo carinho com que fala de mim no facebook. Se possível gostaria de partilhar convosco algumas partituras, fotografias e memórias muito queridas, assim como gostaria de ter acesso a algumas fotografias que perdi com o tempo e algumas imagens em video, que sei fazerem parte dos pertences do Maestro.
    Bem-hajam por tudo o que fizeram por nós!
    Beijinhos e saudades,
    Rosita Barros

    • Desde já, eu pessoalmente, estou sensibilizadíssima por palavras tão belas e que se nota saem mesmo do coração. Bem haja, querida e saudosa amiga. Terei imenso gosto em que nos encontremos pessoalmente e vamos matar essas saudades e fazer todas as partilhas com muito gosto. Podem escrever para o email aqui do site, maestroresendedias@gmail.com e já combinamos tudo, tá? Obrigadíssima e muito obrigada

    • A Família do Maestro, muito feliz, agradece tantas manifestações de ternura e carinho da grande Amiga e estupenda Artista, que sempre colaborou com o maior empenho, qualidade e muita simpatia na realização de tantas atividades relacionadas com a obra de Resende Dias. Bem haja, Rosa Barros. Estaremos ao dispor, com muito gosto, para um encontro a recordar memórias bonitas. Cumprimentos, saudades e votos das maiores felicidades para toda a sua família e um “até sempre” que se espera seja muito em breve.

Deixar um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s